Opinião: falta empatia ao Presidente com as milhões de pessoas que perderam amigos e familiares para a Covid-19



Estou chocado com a falta de empatia do Presidente com milhões de pessoas que perderam amigos e familiares para a Covid-19


Por Ricardo Amorim

Para ser claro, é responsabilidade do Presidente preocupar-se com a economia e empregos... mas é igualmente responsabilidade do Presidente preocupar-se com a saúde e a vida dos brasileiros.

De qualquer forma, já que ele se preocupa com a economia e os empregos, há várias formas que ele pode ajudar:

1) Parar com o negacionismo da doença e passar a estimular as pessoas a serem cuidadosas. Assim, menos pessoas se contaminarão e haverá menos necessidade de paralisar a economia - que, quando acontece, realmente é péssimo;

2) Enfatizar a importância da vacina e acelerar a compra da vacina para todos os brasileiros, inclusive liberando a importação incondicional para qualquer um que conseguir comprar vacinas para o país. Com mais gente vacinada, cai o número de infectados e hospitalizados e a necessidade de limitações que atrapalham a economia;

3) Acabar com o desequilíbrio das contas públicas, defendendo pública e enfaticamente a Reforma Administrativa, o teto dos gastos públicos, um agressivo programa de privatizações e a Reforma do Pacto Federativo. Com isso, o Brasil atrairia muito mais investimentos e geraria muito mais empregos;

4) Lutar por uma política ambiental que proteja o meio ambiente e ajude o Brasil a atrair investimentos e gerar empregos.

Enfim, há muito a se fazer para ajudar a economia, mas minimizar a dor de quem perde pessoas queridas não faz parte do receituário.

*Ricardo Amorim é o Economista mais influente do Brasil de acordo com a Forbes, maior influenciador brasileiro no LinkedIn e ganhador do Prêmio iBest de Economia e Negócios.
Google Plus

Por CEO Grupo M4

Entender Condomínio

0 comentários:

Postar um comentário